Notícias do Sinpol-MS

Sinpol participa de audiência pública sobre Reforma da Previdência na ALMS

Sinpol-MS

Os malefícios do projeto da Reforma da Previdência (PEC 6/2019) foram apresentados durante a audiência pública “A reforma da Previdência e os Impactos Constitucionais, Econômicos e Sociais”, proferida pelo ex-ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, na tarde desta segunda-feira (13), na Assembleia Legislativa. O evento contou com a presença de policiais civis, de servidores públicos e agentes políticos. A diretoria do Sinpol-MS esteve presente manifestando-se contrária à Reforma da Previdência. Segundo o presidente do sindicato, Giancarlo Miranda, é preciso observar as particularidades de cada profissão. “O policial tem uma expectativa de vida menor por causa da profissão e uma grande carga de estresse diariamente. Da forma que está, a reforma impossibilitará que o policial civil se aposente no futuro”, declarou.

A audiência pública resultou na produção de uma carta com manifesto contrário à (PEC 6/2019) que será enviada ao Congresso Nacional. “A proposta do governo se fundamenta em uma tese falsa: a Previdência está quebrada. Não é verdade”, afirmou o ex-ministro. Com base no Boletim Estatístico da Previdência Social (BEPS), ele informou que, até 2015, havia superavit no regime urbano da Previdência. “O que aconteceu desde então para o governo dizer que quebrou?”, questionou. Conforme a análise do ex-ministro, o que houve no período foi uma mudança conjuntural, relacionada, sobretudo, ao avanço do desemprego e da informalidade.

 

Com informações da Agência “ALMS".


Parceiros

volta ao topo