Notícias do Sinpol-MS

Pela terceira vez neste ano, presos da delegacia de Brasilândia tentam fugir

Sinpol-MS

Neste sábado (30), os presos custodiados na delegacia de Brasilândia se rebelaram devido a superlotação da unidade que abrigava 14 pessoas em uma cela que cabem oito. Após o motim ser controlado, eles confessaram que estavam escavando um buraco no teto da cela por onde fugiriam no domingo, pois sabiam que haveria somente um policial civil de plantão. Para o presidente do Sinpol-MS, Giancarlo Miranda, a custódia de presos em delegacias chegou a um ponto crítico. “É inaceitável que presos permaneçam nas delegacias de forma irregular ameaçando a vida de policiais civis e da comunidade. Em março, um investigador já foi rendido e amarrado enquanto eles fugiam. Será preciso mais um policial civil morrer para que tomem providências”, ponderou indignado o presidente. O Sinpol-MS oficiará as autoridades competentes para que tomem providências urgentes.


Parceiros

volta ao topo