Artigos

A luta pela valorização do Policial Civil somente começou.

Sinpol-MS

Os últimos dias foram mobilizações e noites mal dormidas de preocupação com o futuro de nossa categoria. A trajetória começou em outubro de 2015, quando assumimos a diretoria do Sinpol-MS e traçamos a linha de trabalho que seguiríamos. Analisamos a conjuntura econômica e política do estado, estudamos estratégias de atuação e constatamos que a peleja seria árdua. Antecipamos às demais categorias e apresentamos ao governador, ainda em dezembro de 2015, os nossos pleitos. Reunimo-nos diversas vezes com os secretários do governo estadual, representantes do legislativo, membros do judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e representantes da sociedade civil organizada em busca do apoio que necessitamos.

Em seguida, começamos ações para mobilizar a categoria, pois acreditamos que a união é vital no movimento sindical. Visitamos quase que todas as unidades policiais do estado, desde a mais longínqua cidade até a capital com o intuito de ouvir as reivindicações da base e de convocar cada policial civil, olho no olho, para a luta. Em março, realizamos o Ciclo de Palestras “Valorização do Policial Civil” para debater assuntos inerentes à classe, ressaltando a importância da participação no sindicato. Essas ações mostraram resultados, pois tivemos uma grande participação de sindicalizados da ativa e aposentados nas diversas mobilizações, como por exemplo, na campanha “Somos Todos Sinpol” em que reunimos os policiais civis para uma foto coletiva em frente ao Cepol, bem como nas paralisações das atividades de 12 e 24 horas.

Agradecemos a participação de cada policial civil que contribuiu com seu apoio e, sobretudo, com sua participação. Agradecemos, em especial, aos aposentados que continuam lutando por melhorias tanto salariais, como de condições de trabalho para as próximas gerações de policiais civis.

Hoje (09/05), comunicaremos formalmente o deliberativo pela categoria em Assembleia Geral ao governo do estado. Nossa luta por valorização não se encerra com este documento, ao contrário, permanece o estado de alerta, já que estaremos cobrando, todos os dias, o efetivo cumprimento dos compromissos firmados pelo governo do estado.

Portanto, nossa mobilização continua, vamos manter vivo aquilo que nos motiva a lutar. Não nos deixemos contaminar por aqueles que são pessimistas, sejamos fortes para o combate para que tenhamos dias melhores e lembrem-se, principalmente, que Somos Todos Policiais, Somos Todos Sinpol.

A diretoria do Sinpol-MS.
 


Parceiros

volta ao topo